Artigos

Ainda tenho dor nas costas, e agora?
Fibromialgia
O que é osteoporose?
O que é Lesão por Radiofrequência?
Nucleoplastia
Substituição de disco artificial ou fusão espinhal: o que é melhor para você?
Ergonomia básica preventiva para o local de trabalho
Camas Ajustáveis ou Articuladas e Dores nas Costas
Dores nas Costas e Obesidade
Compreendendo a Tecnologia de Disco Lombar Artificial Histórico
Reabilitação e cuidados após Fusão Cervical Anterior
Substituição de Disco Cervical e Disco Lombar
Cuidados com as costas para quem trabalha sentado
Como funcionam os enxertos ósseos?
Estimulação da medula espinhal para o controle da dor nas costas
Pontos Sensíveis da Fibromialgia
Causas da Fibromialgia
O que é Fibromialgia?
Causas da Osteoporose
Reabilitação e cuidados após Fusão Cervical Anterior
Cuidados com as costas para quem trabalha sentado
Espaçadores Vertebrais ajudam a restaurar um correto alinhamento da coluna
O que é Lordose?
Escoliose em Adultos
Dor na parte inferior das costas: o que você precisa saber
O que é dor cervical?
Dores nas Costas Durante a Gravidez
Dor no Nervo Ciático
Desordens Degenerativas
Novas Tecnologias na Fixação da Coluna Cervical Anterior
Dores nas Costas e Alongamentos
Vertebroplastia e Cifoplastia
Avanços em cirurgias da coluna
O que causa dores no pescoço?
Você está correndo o risco de ter osteoporose?
Escala do risco da dor na coluna.
Disfunções Cervicais: Estenose da coluna, Hérnia de disco, Espondilose, Bico de papagaio e Contratura muscular.
Discite: infecção do espaço discal
Sete sinais de alerta de dores nas costas
Causas da Osteoporose

A osteoporose pode apresentar muitas causas, algumas das quais são hereditárias, e outras que são pertinentes ao seu estilo de vida. Algumas causas da osteoporose que você não pode controlar são:

* Histórico Familiar: se alguém na sua família tem ou teve osteoporose, você tem mais chances de desenvolver a doença.
* Sexo: mulheres simplesmente têm mais chances de desenvolver osteoporose.
* Etnicidade: caucasianos e asiáticos têm mais chance de serem afetados pela osteoporose do que negros ou hispânicos; o que não significa que negros e hispânicos não tenham riscos.

E há as causas da osteoporose que você pode ajudar a controlar, mas que estão parcialmente fora do seu alcance:

* Níveis de Estrogênio: estrogênio protege os ossos. Portanto, se você tem níveis baixos de estrogênio, você tem mais chance de desenvolver osteoporose. Menopausa causa uma diminuição rápida nos níveis de estrogênio, e é por isso que mulheres na pós-menopausa têm de estar especialmente atentas quanto a sua saúde óssea. Mulheres podem perder ossos a uma velocidade de 4 a 8% ao ano por muitos anos, após seus ovários terem parado de produzir estrogênio. Além disso, se você retirou seus ovários, suas chances de desenvolver osteoporose aumentam consideravelmente, já que os ovários produzem muito do seu estrogênio. Como uma mulher na pós-menopausa ou uma mulher que retirou os ovários, você deveria pesquisar terapias de reposição de estrogênio (estrogenoterapia) para aumentar seus níveis hormonais. Mesmo que neste momento você ainda seja uma mulher jovem, a anos da menopausa, você deveria pensar sobre os seus níveis de estrogênio. Menstruação irregular pode significar baixos níveis de estrogênio – e servir como um sinal para você começar a cuidar dos seus ossos. Menstruação irregular pode também ser o resultado de exercícios em excesso ou comida em falta, e ambos podem aumentar a perda nos ossos.
Homens também têm estrogênio, mas para eles, é a testosterona que protege os ossos. Se eles tiverem níveis baixos de hormônios sexuais, seus riscos aumentam.

* Histórico de Ossos Quebrados: se você quebrou ossos no passado, você tem mais chance de desenvolver osteoporose, já que seu(s) osso(s) quebrado(s) provavelmente diminuiu(iram) a sua densidade mineral óssea.

* Baixo Peso Corporal: mulheres franzinas ou com ossos pequenos (abaixo de 60 quilos) já começam com massa óssea menor, então elas precisam estar particularmente atentas a sua saúde óssea. A osteoporose também é causada por fatores que estão completamente sob seu controle, o que permite a prevenção da osteoporose. Pensando nos seus ossos, você deveria considerar o seguinte:

* Dieta: você deveria ingerir quantidades adequadas dos vários minerais e vitaminas que promovem o crescimento ósseo diariamente.
Cálcio: cálcio dá aos seus ossos o que eles necessitam para crescer e se regenerar. Se você não ingerir cálcio o bastante todos os dias, seus ossos irão enfraquecer. Quanto cálcio você precisa varia de acordo com a sua idade; leia este artigo para saber quanto cálcio ingerir.
Vitamina D: cálcio precisa de vitamina D; sem ela, seu corpo não consegue absorver e usar cálcio adequadamente. Sem vitamina D o bastante em sua dieta, o cálcio que você ingere pode estar sendo desperdiçado, acabando por ter o efeito adverso sobre os seus ossos. Como o cálcio, a ingestão recomendada de vitamina D varia conforme a idade.Outras Vitaminas e Minerais: fósforo, magnésio, vitamina K, vitamina B6 e vitamina B12 também são muito importantes para o crescimento dos ossos.
Felizmente, uma dieta equilibrada (pense na Pirâmide Alimentar) praticamente garante que você receba tudo isso. Se você não está ingerindo o bastante e quer manter seus ossos saudáveis, você pode precisar tomar suplementos.
Infelizmente, qualquer um que tenha uma dieta ruim na fase de crescimento, seja por pobreza ou por maus hábitos alimentares, pode não ter ingerido cálcio o bastante e outros minerais para garantir ossos fortes.
Às vezes, tomar muito de uma coisa só pode prejudicar seus ossos (equilíbrio em tudo; eis a lição a se aprender com isso). Você deveria monitorar sua ingestão de:
Proteínas: sim, você deveria ter a quantidade adequada de proteínas; contudo, proteínas demais podem fazer você perder cálcio.
Cafeína: cafeína demais limita a capacidade de seu corpo de absorver cálcio.

* Exercícios: uma boa rotina de exercícios irá fortalecer seus ossos, e você deveria manter um misto de exercícios de suporte de peso (i.e., caminhadas) e exercícios de fortalecimento (i.e., levantamento de peso). Contudo, se você não se exercitar, seus ossos ficarão mais fracos e você poderá desenvolver osteoporose.

* Fumar: fumar pode aumentar suas chances de desenvolver osteoporose de algumas formas – os ingredientes químicos dificultam a absorção de cálcio de seu corpo, além de impedirem o estrogênio de realizar um dos seus trabalhos, que é proteger os seus ossos.

* Álcool: ingerir álcool em excesso pode baixar seu suprimento de cálcio e a eficiência de seus ossos para usá-lo.
Osteoporose pode ser causada por uma condição médica ou uma medicação, e isso se define como osteoporose secundária. Condições médicas que podem levar à osteoporose (lista não exaustiva):

* Problemas intestinais: podem interferir com a absorção de cálcio e de vitamina D, dificultando a regeneração óssea. Doenças inflamatórias intestinais são um exemplo.

* Problemas renais: podem causar perda de cálcio, desestabilizando a perda e o crescimento dos ossos.

* Problemas da tireoide: hiperparatireoidismo faz com que seu corpo produza muito hormônio da paratireoide, o que causa perda nos ossos. Este artigo tem mais informações sobre doenças da paratireoide e osteoporose. Hipertireoidismo coloca muitos hormônios da tireoide no seu corpo, potencialmente enfraquecendo seus ossos.

* Problemas de absorção de nutrientes: pessoas com doença celíaca têm problemas para absorver nutrientes, como cálcio e vitamina D, o que torna mais difícil manter ossos saudáveis.

Medicamentos que podem levar à osteoporose (lista não exaustiva):

* Corticosteroides: Prednisona é um corticosteroide que pode causar diminuição da massa óssea.

* Hormônios da tireoide: se você tem uma tireoide subativa, pode ser necessário tomar medicamentos para aumentar seus níveis tireoidais. Contudo, cuidado para não tomar remédios em excesso, o que acabaria enfraquecendo seus ossos.

* Algumas medicações anticonvulsivas ou antiepiléticas: Dilantina é um exemplo.

* Antiácidos com alumínio.

Acompanhe em nosso blog mais sobre causas e tratamentos para Osteoporose.